NOTÍCIAS

- 25/10/2017

Gabriel Medina vence Etapa de Peniche e esquenta disputa pelo título do Circuito Mundial de Surf

Brasileiro bateu na final Julian Wilson e vai à Pipeline com boas chances de ser campeão

Título em Peniche colocou Medina na vice-liderança do WCT (Foto: Damien Poullenot/WSL)

Título em Peniche colocou Medina na vice-liderança do WCT (Foto: Damien Poullenot/WSL)


A manhã desta quarta-feira foi especial para Gabriel Medina. O brasileiro superou seus adversários e venceu a Etapa de Peniche, em Portugal, penúltimo evento do Circuito Mundial de Surf em 2017. O título mundial que era improvável tornou-se realidade com o resultado.

O troféu na etapa portuguesa veio após a vitória sobre o australiano Julian Wilson na decisão. As difíceis condições do mar dificultaram a bateria. Wilson se manteve na frente por toda a final, totalizando uma nota 10.94, até que na última queda, Medina ultrapassou o australiano alcançando a somatória de 13.26.

“Estou muito feliz agora. Tinha o objetivo de vencer um evento na Europa, então incrível vencer essas duas”, vibrou o residente de Maresias, que também venceu a Etapa de Hossegor no início do mês, sua primeira no ano.

Ao longo do torneio, o brasileiro manteve um bom nível, perdendo apenas sua bateria de estreia. Após se recuperar na repescagem, o atleta não deu chances aos adversários, passando por nomes como o australiano Mick Fanning e o americano Kanoa Igarashi.

O resultado em Peniche deixa Medina com boas chances de conquistar o bicampeonato mundial. A queda de John John Florence, líder do WCT com 53.350 pontos, nas quartas de final deixou a situação ainda melhor para o brasileiro, que ultrapassou o sul-africano Jordy Smith na segunda colocação, com 50.250 pontos.

Para conquistar o troféu mundial, o residente de Maresias precisa vencer em Pipeline e torcer para Florence não chegar na decisão. Gabriel Medina pode até ser campeão chegando nas quartas de final no Havaí, mas para isso precisaria de uma combinação de resultados. Existem diversas compilações (ver no final da matéria) que também envolvem Jordy Smith e Julian Wilson, outros surfistas ainda com chances matemáticas de título.

“Antes eu não estava, mas agora definitivamente estou pensando no título. John John Florence tem uma vantagem por ter mais pontos, mas você sabe que qualquer coisa pode acontecer”, focou Medina.

Miguel Pupo ganha fôlego para permanecer na elite
Miguel Pupo fez um grande campeonato em Peniche. O outro residente de Maresias alcançou as quartas de final, conseguindo uma ótima quinta colocação, resultado que fez o atleta subir quatro posições na classificação geral do Circuito Mundial de Surf. Agora em 23º, o brasileiro está a apenas uma colocação de se garantir na elite na próxima temporada – os 22 primeiros se mantém no WCT.

A Etapa de Pipeline, no Havaí, vai ser decisiva para os brasileiros do Circuito tanto para título, tanto para permanência na elite do surf. O evento final está com data marcada para acontecer entre os dias 8 e 20 de dezembro.
 
Resultado da Etapa de Peniche:
1 Gabriel Medina (BRA)
2 Julian Wilson (AUS)
3 Kolohe Andino (EUA)
3 Kanoa Igarashi (EUA)
5 John John Florence (HAV)
5 Mick Fanning (AUS)
5 Miguel Pupo (BRA)
5 Sebastian Zietz (HAV)
 
Probabilidades de título:

1 John John Florence (HAV) – 53.350 pontos
- Chegando na final, garante o título.
- Ficando em terceiro ou quinto. Medina não pode vencer a etapa.
- Ficando em nono. Medina não pode chegar na final e Smith não pode vencer a etapa.
- Cair na repescagem ou terceira fase. Medina não pode chegar nas quartas, Smith não pode chegar na final, Wilson não pode vencer a etapa.
 
2 Gabriel Medina (BRA) – 50.250 pontos
- Vencendo a etapa. Florence não pode chegar na final.
- Chegando na final. Florence não pode nas quartas.
- Ficando em terceiro. Florence não pode passar da terceira fase e Smith não pode vencer a etapa.
- Ficando em quinto. Florence não pode passar da terceira fase e Smith não pode chegar na final.
 
3 Jordy Smith (AFR) – 47.600 pontos
- Vencendo a etapa. Florence não pode chegar nas quartas e Medina não pode chegar na final.
- Chegando na final. Florence não pode passar da terceira fase e Medina não pode chegar na semifinal.
 
4 Julian Wilson (AUS) – 45.200 pontos
- Vencendo a etapa. Florence não pode passar da terceira fase, Medina não pode chegar nas quartas e Smith não pode chegar na final.
 
Confira o top 22 do Circuito Mundial de Surf 2017 clicando aqui.

Confira mais sobre o Litoral Norte.




Publicado em: gabriel medina, wsl, wct, circuito mundial de surf, peniche, miguel pupo






ENQUETE

Como nosso objetivo é trazer aquilo que você mais procura, o que você gostaria de ver mais no Maresias.com.br?

  • Notícias da região
  • Fotos das baladas e eventos
  • Descontos e ofertas
  • Vídeos

FIQUE POR DENTRO

Acompanhe tudo que acontece
em Maresias nas redes sociais

Redes Sociais

RECEBA NOVIDADES

Tudo sobre Maresias no seu e-mail!