NOTÍCIAS

- 20/07/2017

Brasileiro Filipe Toledo faz uma etapa dominante e garante o troféu de Jeffreys Bay

Gabriel Medina também foi bem conquistando a terceira colocação do evento

Filipinho se tornou o primeiro brasileiro a ganhar uma etapa da elite mundial no local (Foto: Steve Sherman/WSL)

Filipinho se tornou o primeiro brasileiro a ganhar uma etapa da elite mundial no local (Foto: Steve Sherman/WSL)


Uma campanha de tirar o fôlego. Filipe Toledo foi praticamente impecável na etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, valido pelo Circuito Mundial de Surf. E o brasileiro coroou sua participação no torneio com a vitória na final no duelo contra Frederico Morais, nesta quinta-feira.

O seu rival português vinha fazendo um campeonato excepcional e manteve isso na decisão com duas boas notas: 8.33 e 9.40. Porém, Filipinho elevou o nível da bateria e ultrapassou Frederico, com pontuação de 9.17 e 8.83, o suficiente para levar o troféu da etapa para casa, se tornando o primeiro surfista do Brasil a vencer uma etapa da elite mundial em Jeffreys Bay.

O brasileiro fez uma grande campanha na África do Sul. Ele foi vencendo todas as baterias que disputou desde a repescagem (round 2) e ainda conseguiu tirar duas notas 10 dos juízes ao longo da competição, dando show e levando o público local à loucura.

O resultado deu à Filipinho US$100 mil em premiação, além de 10.000 pontos no ranking geral do Circuito, assumindo a sétima colocação, com 23.900 pontos. Vale lembrar que ele poderia estar melhor colocado, não fosse a suspensão da WSL, quando foi punido sem poder participar da etapa anterior em Fiji, devido a indisciplina causada no Rio de Janeiro.

Quem lidera o WCT é o australiano Matt Wilkinson (31.950), seguido muito de perto pelo havaiano John John Florence (31.700) e o sul-africano Jordy Smith (31.350). Os três caíram nas quartas de final em Jeffreys Bay. O brasileiro melhor colocado é Adriano de Souza, em quinto com 27.900 pontos, que parou apenas na terceira rodada desta etapa.

Após campanhas irregulares, Gabriel Medina melhora
Gabriel Medina vem de campanhas irregulares nas etapas desta temporada, mas arrumou um bom resultado em Jeffreys Bay. Mesmo caindo nesta quinta-feira para o português Frederico Morais na semifinal, alcançou um bom terceiro lugar no evento, igualando seu melhor resultado no ano – também foi terceiro em Gold Coast.

O residente de Maresias chegou a 21.000 pontos no ranking geral do WCT e é apenas o 11º colocado, expectativa abaixo do que se esperava. Medina poderá tentar agora seu primeiro troféu na temporada na etapa do Taiti, que acontece entre os dias 11 e 22 de agosto. Uma vitória colocaria o brasileiro mais próximo do pelotão da frente.

Para conferir os resultados de todas as baterias da etapa de Jeffreys Bay, clique aqui.




Publicado em: gabriel medina, jeffreys bay, wct, wsl, circuito mundial de surf, surf, campeonato de surf, filipe toledo






ENQUETE

Como nosso objetivo é trazer aquilo que você mais procura, o que você gostaria de ver mais no Maresias.com.br?

  • Notícias da região
  • Fotos das baladas e eventos
  • Descontos e ofertas
  • Vídeos

FIQUE POR DENTRO

Acompanhe tudo que acontece
em Maresias nas redes sociais

Redes Sociais

RECEBA NOVIDADES

Tudo sobre Maresias no seu e-mail!